Arrisque

 Saia pelo mundo 
Aprenda apreciar também a escuridão da noite.
Deixe de lado seus medos e dúvidas.
Não se prenda.
Veja que há muito mais lá fora do que possas imaginar.
Não se deixe limitar pelos outros
Se oriente pelo vento,
Verás que ele segue rumo próprio.
Construa sua vida
Edifique-a em algo benéfico e seguro.
Valorize seus amores, qualquer que seja ele.
Seja sábio
Seja merecedor das suas conquistas
Jamais lamente.
Antes, reconheça que em cada frustração,
Existe algo a ser aprendido.
E se se sentir perdido
Não tenha medo de querer voltar.
Se isso acontecer, volte 
Diga aos outros que existe muito mais por aí
Amadurecerás.
Aprenderás também a grandiosidade que há em outras pessoas.
Viva.
Sonhe.
Aprenda.
Eis a essência do amor-próprio.

Wanderly Frota 

7 comentários:

  1. Você foi precisa e simples nas palavras, sem perder a profundidade. Muito bom... Faço minhas as suas palavras. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. ôo, que bom que gostou ! Obriigada *-*

    ResponderExcluir
  3. Arrisque
    Arisca
    À risca.

    Hum, que inspiração me deste, vou postar isso em breve...

    ResponderExcluir
  4. O amor próprio é o sentimento essencial pra seguir vivendo intensamente.

    ResponderExcluir
  5. Acho que isso falta em muitos por aí a fora, e outros erram em muito quando dizem ter amor próprio, saber o que é o amor por si.

    Bom mesmo é saber que como o vento segue, nós também seguimos, e a qualquer momento estamos sujeitos ao destino.
    Então que possamos mudá-lo com novos rumos.

    Me diga agora, onde no mundo você encontrará alguém igual a você?

    Precisamos saber essa verdade, gritá-la ao medo de não ser alguém, levar em conta a distração de olhares que permeiam entre tantos desconhecidos nas esquinas.

    Saber que lá no fundo todos somos únicos,
    e temos algo a partilhar.

    ResponderExcluir
  6. É verdade. Acho que o pior é que as pessoas, como você disse, não sabem o que é, ou não sabem discernir o amor-próprio... aí não encaram a vida como deveriam.

    Mas, quando a gente passa a compreender isso, fica muito mais fácil encarar os nossos rumos e seguir 'como vento' !

    ResponderExcluir

<< >>